top of page

Confiança do empresário se aproxima do nível pré-pandemia

O índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) se estabilizou em outubro e mostra otimismo do empresariado industrial. Entretanto, categoria está mais cautelosa sobre os próximos seis meses: o Índice de Expectativas sofreu o primeiro recuo desde abril


O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) se estabilizou em outubro, variando de 61,6 para 61,8 pontos, segundo dados da Confederação Nacional da Indústria (CNI). O número, acima de 50 pontos, demonstra confiança e se aproxima do registro de fevereiro (64,7), antes da pandemia de Covid-19. As expectativas com a estabilização são de maiores níveis de atividade, empregos e investimento na economia brasileira.

Já o Índice de Expectativas dos Empresários em relação aos próximos seis meses caiu de 65,1 para 64,4 pontos. É o primeiro recuo desde abril, o momento mais agudo da crise econômica provocada pelo novo coronavírus no Brasil.

Em contrapartida, o Índice de Condições Atuais vem crescendo desde junho e passou de 54,7 para 56,3 pontos esse mês. Sobre as condições atuais dentro da economia, o índice entre o empresariado industrial cresceu de 49,5 para 51,9 pontos, superando a marca dos 50 pontos. No que se refere às empresas, o índice já estava acima dessa média e este mês marcou 58,5 pontos.

Siga "VITRINE MAIS"
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Google Places Social Icon
Veja Mais
bottom of page