top of page

Minas Gerais tem aumento da taxa de isolamento, diz Secretaria de Saúde

De acordo com o chefe de gabinete, João Pinho, motivo da queda é a volta da Região Centro-Sul para a Onda Verde do Minas Consciente.

Secretário-adjunto de Saúde, Marcelo Cabral — Foto: Reprodução/Rede Minas

"Nos últimos 10 dias, houve um aumento da taxa de isolamento do estado", disse o chefe de gabinete da Secretaria de Estado de Saúde (SES), João Pinho, em entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira (10).

De acordo com ele, um dos motivos da queda foi o retorno pelas cidades da Região Centro-Sul à Onda Verde -- de serviços essenciais. Aquelas que pertencem ao programa Minas Consciente já haviam avançado para a Onda Branca, mas tiveram que voltar atrás.

Ainda segundo o chefe de gabinete, 72% dos municípios da região aderiram ao programa, que reúne protocolos de flexibilização do comércio. No resto do estado, a taxa é menor: dos 853 municípios, só 176 aderiram ao Minas Consciente.

Nesta quinta-feira (9), o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) determinou que os municípios que não aderiram ao programa cumpram normas de distanciamento social e permitam apenas o funcionamento de serviços essenciais.

A taxa de isolamento social no estado está em 44,90%, segundo os últimos dados divulgados pela SES-MG. O secretário-adjunto de Saúde, Marcelo Cabral, reforçou a importância do distanciamento para contenção do coronavírus.


"Se não houver um esforço de cada um de nós, tudo o que fizermos aqui poderá ser em vão", disse.


De acordo com o último boletim epidemiológico da pasta, divulgado nesta manhã, o número de mortos pela doença no estado chegou a 1.504. Mais de 70 mil casos de Covid-19 já foram confirmados no estado.


Mais leitos


O governador Romeu Zema (Novo) inaugurou, nesta sexta-feira (10), 10 leitos de UTI no Hospital da Baleia, na Região Leste de Belo Horizonte. Eles são voltados exclusivamente para o tratamento da Covid-19.

De acordo com o governo do estado, os 10 respiradores foram comprados com verba oriunda de ação judicial movida contra a mineradora Samarco, devido ao rompimento de barragem em Mariana.

Siga "VITRINE MAIS"
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Google Places Social Icon
Veja Mais
bottom of page