top of page

Atividades online da rede estadual de ensino de MG vão contar para carga horária e não haverá provas

Secretária de Educação, Júlia Sant'Anna, acredita que necessidade de material ‘analógico’ será ‘uma exceção’.

Julia Sant’Anna — Foto: Carlaile Rodrigues/Divulgação


Após um impasse na Justiça, a Secretaria de Estado de Educação (SEE) de Minas Gerais anunciou a retomada das atividades da rede pública de ensino estadual, de forma remota, na próxima segunda-feira (18). Em entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira (13), a secretária da pasta, Júlia Sant'Anna, afirmou que “a distribuição analógica a gente entende que vai ser uma exceção”.

Segundo a subsecretária de educação, Geniana Guimarães Faria, as atividades realizadas à distância, através de aplicativo, videoaulas, transmissões pela Rede Minas ou plano de estudo tutorado vão contar no cumprimento da carga horária obrigatória. O Ministério da Educação estabelece a necessidade de 800 horas no ano letivo.


“O Conselho Nacional de Educação nos disse da obrigatoriedade de cumprir a carga horária, não necessariamente dias letivos. O plano de estudos vai contar como carga horária. A organização das demais horas depende de normativa do Conselho Estadual de Educação”, disse Geniana.


Ainda de acordo com a subsecretária, os alunos não terão que fazer provas durante a pandemia. O conteúdo disponibilizado aos alunos no site do governo e em apostilas traz exercícios de fixação. "Avaliações de desempenho serão realizadas no retorno presencial das atividades", completou.

Questionadas sobre o fato de muitos alunos não terem acesso à internet, ao computador ou mesmo à televisão, Júlia Sant'Anna afirmou que há um planejamento para distribuição do material impresso, com apoio das redes municipais e contratação de serviços de entrega pelos diretores das escolas.

As escolas seguem fechadas. A secretária de Educação reforçou que ainda não há prazo para retomada das aulas presenciais no estado.

"Concluímos planejamento com diretores, planos foram feitos, garantindo escala para fazer manutenção mínima predial. Escalas foram construídas, de forma cuidadosa, por cada um dos mais de 3600 diretores da rede estadual de ensino e elas foram validadas pelo superintendente de ensino. Também houve aquisição de EPIs [Equipamentos de Proteção Individual]", destacou Júlia Sant'Anna.

Na próxima segunda-feira (18), terão início as teleaulas na Rede Minas e o aplicativo “Conexão Escola” estará disponível para download apenas no sistema Android.

A SEE ainda prevê a disponibilização de um chat no app, a partir do dia 25 de maio, para que os estudantes possam tirar dúvidas. "A interação é a coisa mais importante no processo educacional. Infelizmente a gente está impedido de garantir isso presencialmente", disse a secretária de Educação.

De acordo com o último boletim da Secretaria de Estado de Saúde, divulgado nesta manhã, Minas Gerais tem mais de 3,7 mil casos confirmados de coronavírus, sendo que 135 pessoas morreram.

Siga "VITRINE MAIS"
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Google Places Social Icon
Veja Mais
bottom of page