Início de mês e excesso de chuva dificultam programação de abate dos frigoríficos

Entretanto, a oferta de bovinos terminados deverá aumentar o que poderá limitar a alta

Com o início do mês e o recebimento de salários, parte das indústrias atuou no mercado com mais determinação na última terça-feira (3/4), a fim de alongar as programações de abate. Em algumas regiões ao Norte do país, o excesso de chuvas dificulta o transporte das boiadas e, caso ocorra uma melhora sazonal da demanda, na primeira quinzena do mês, o mercado poderá ganhar força.


Entretanto, a oferta de bovinos terminados deverá aumentar (descarte de fêmeas), o que poderá limitar a alta da arroba. Caso o escoamento da carne bovina continue lento, e este tem sido o quadro desde o início do ano, o aumento na oferta de animais deve pressionar o mercado e manter o ritmo de preço da arroba. Na média de todas as praças monitoradas pela Scot Consultoria, desde o início do ano a cotação da arroba do boi gordo caiu 2,6%, considerando o preço à vista. No mercado atacadista de carne bovina com osso os preços estão estáveis. O boi casado de animais castrados ficou cotado, em média, em R$9,23/kg.

Veja Mais
Siga "VITRINE MAIS"
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Google Places Social Icon
Banner Store 10-12-20.jpeg
logo site.png
038 - 3676-7630
038 - 988089166

© 2016 Afonso Almeida Videocomunicação Ltda - CNPJ 02.524.026/0001-64 - por Kalléo Pinheiro - Agência Mais

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon