Canil da Penitenciária de Unaí


O projeto do Canil da Penitenciária Agostinho de Oliveira Júnior é importante para reforçar a segurança e a proteção dos agentes penitenciários, além de combater o tráfico de drogas de forma eficiente e rápida. O Canil conta com dez animais das raças Pastor Alemão, Pastor Belga de Malinois (Malinoá), Labrador e Rottweiler. Segundo o diretor da PAOJ, Paulo Henrique, a implantação do canil foi uma ação benéfica: “A presença do cão dentro do sistema prisional é muito importante. Eles colaboram nos procedimentos de revista dentro das celas, ajudando os agentes na procura por objetos ilícitos. Já com a Polícia Militar e a Civil, os nossos cães são eficientes na procura de drogas, sejam nas ruas ou em locais de difícil acesso”, relatou Paulo Henrique.

Os treinamentos dos agentes penitenciários e o adestramento dos cães são coordenados pelos policiais militares do 15º Batalhão de Polícia Militar de Patos de Minas. Segundo o sargento Mauro, o projeto do Canil de Patos de Minas é referência e tem dado suporte para várias regiões: “O Canil da Polícia Militar de Patos de Minas está bem estruturado e oferece suporte para outras cidades. É um trabalho que exige muita dedicação e compromisso. Nós pegamos afeto com os animais porque trabalhamos com os cães desde filhotes”, declarou o sargento Mauro.

Atualmente, seis agentes estão qualificados para trabalhar com os cães adestrados em Unaí. O que mais chama a atenção é que os cães não tem contato direto com as drogas, como muitos sabem, o cão possui um super olfato. “Para realizar o trabalho da busca das drogas, os cães são treinados para apenas identificar o local exato da substância, depois de encontradas, o cão aguarda o policial para apreender a droga e ganhar a recompensa, que pode ser um petisco ou uma bolinha para brincar. Para o cão, é apenas uma brincadeira”, explicou o sargento Mauro.

Os cães são treinados, também, para protegerem seu parceiro, seja ele um policial ou um agente penitenciário. Após receber um comando, o cão consegue neutralizar o criminoso e, assim, proteger seu parceiro. O cão Atila é da raça Pastor Belga de Malinois (Malinoá). Essa raça já entrou até no guines book como o maior farejador de drogas já registrado! Suas melhores qualidades são: obediência, vigor, agilidade e força física. Atila é um dos cães do canil da Penitenciária Agostinho de Oliveira Júnior e está à disposição das Policias Civil, Militar e do Sistema Prisional.


Veja Mais
Siga "VITRINE MAIS"
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Google Places Social Icon
Banner Store 10-12-20.jpeg
logo site.png
038 - 3676-7630
038 - 988089166

© 2016 Afonso Almeida Videocomunicação Ltda - CNPJ 02.524.026/0001-64 - por Kalléo Pinheiro - Agência Mais

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon